15 de novembro de 2011

Como o demônio penetra em nossa vida?

O ministério de cura e a oração de cura interior são importantes. Fico triste ao ver que, apesar de Jesus nos ter dado o segredo de uma vida neste mundo, existe tanto ódio, tanta pobreza. Não podemos culpar Jesus, porque São Pedro afirmou que Cristo ia a toda parte fazendo o bem, não ia só alimentar os pobres; a melhor coisa que o Senhor fazia era curar homens e mulheres.

Muitas vezes, as pessoas têm uma ideia errônea do Cristianismo, do mistério de Jesus Cristo. São Pedro nos diz: “Jesus foi a toda parte, a cada casa, a cada pessoa fazendo o bem”. O Senhor não fez somente um trabalho social, que é importante, mas ia a toda parte curando as pessoas que estavam sob a personificação do mal.

Devemos saber como o inimigo de Deus nos ataca. Precisamos evitar os dois extremos: de ver o demônio em tudo, culpando-o de tudo, porque também muitas coisas ruins acontecem conosco por maldade do outro; e de não acreditar nele.

É muito triste, mas os nossos problemas são muito mais com as pessoas do que com o inimigo de Deus!

Como reconhecer satanás? Em primeiro lugar, precisamos reconhecer as áreas da nossa vida que estão sob o poder de satanás. E quais são as áreas que o inimigo de Deus pode nos atacar: primeiro: a nossa vontade, porque é a parte mais importante da personalidade humana, Deus nos deu a liberdade. Porque dessa forma podemos dizer “não” ao Senhor e Ele não pode fazer nada. Somos responsáveis pelas nossas ações e podemos nos orgulhar das nossas decisões.

De que maneira o demônio influencia a nossa vontade? Com hábitos compulsivos de pecado, chamados pela psicologia de “compulsão”, nos tornamos escravos do mal e não conseguimos sair dessa situação por mais que tentemos. E aí vemos o vício às drogas, ao alcoolismo, à perversão sexual, ao abuso sexual de crianças, e isso tem se tornado uma epidemia. Há também o aborto, que é uma imitação ao ato de Herodes, que matou crianças ingênuas e inocentes.

Satanás é muito inteligente e sabe que um canal para prender o homem é pelo seu raciocínio. O maligno trabalha com os nossos jovens com as falsas religiões, com a Nova Era, deixando as mentes cativas. Só Jesus pode manter sua mente cativa.

Outra área que pode estar sob o poder do demônio são as nossas emoções. São Paulo diz: “Irai-vos, e não pequeis; não se ponha o sol sobre a vossa ira. Não deis lugar ao diabo” (Efésios 4,26-27).

As pessoas fazem coisas erradas por causa da raiva; por isso São Paulo diz que podemos ficar com raiva, mas não devemos dar oportunidade ao demônio. Com frequência o maligno vai usar sua raiva para matar. As nossas emoções podem ser canais por onde o demônio nos ataca. Precisamos entregar nossas emoções ao poder do Espírito Santo.

O demônio também pode nos atacar no nosso corpo, pois há falsas enfermidades que não vêm de bactérias ou outras coisas. É comum quem vive isso dizer: “Fui ao médico e ele diz que não pode me curar porque não tenho nada”.

Da mesma forma, o inimigo de Deus pode atacar as nossas casas, os nossos quartos. Por isso é bom ter as propriedades protegidas, razão pela qual na Igreja temos o hábito de abençoar as casas.

O inimigo também pode atacar os relacionamentos, principalmente as famílias, porque é o grande desejo de satanás destruí-las.

De onde vêm os ataques? Desde nossos primeiros pais: Adão e Eva, que foram tentadas por satanás e o efeito do pecado caiu em seus filhos, então Caim matou Abel. O demônio que atacar nossa árvore genealógica.

A outra fonte da reação demoníaca é por intermédio das pessoas ao nosso lado. Não estou falando para ficarmos desconfiados de quem nos cerca, mas precisamos ficar atentos porque o demônio pode nos querer atacar até através de membros da nossa família.

E outra opção que o inimigo usa para nos atacar somos nós mesmos. Se você buscou ajuda em outras religiões, e as pessoas fazem essas coisas porque não encontram outra solução, geralmente estão desesperadas.

 Geralmente há uma fonte que o inimigo vem que não é só árvore genealógica, não só por intermédio da pessoa, mas quando as pessoas são boas o demônio as ataca. São João Maria Vianey diz que o demônio se sente incomodado com pessoas muito boas.

O demônio vai usar todos meios para entrar na vida de nossos filhos, um exemplo é pela música. Sou testemunha de que jovens, só por escutar essas músicas, foram contaminados e outros possuídos. Outro meio é por filmes. Cuidado com o que seu filho assiste, já atendi crianças possessas por causa de filme. Outro meio de contaminação é a TV. O inimigo pode nos atacar por outros meios de comunicação, até mesmo pelo e-mail.

E os outros meios são comidas e bebidas. Quantos casos de pessoas que estão sendo afetadas pelo que comeram e beberam. Por isso, sempre abençoe o alimento e a bebida.

E outra forma de o inimigo nos atacar é por meio de presentes que recebemos. Tenho milhares de histórias de vidas destruídas por conta dos presentes recebidos. Abençoe todos presentes que você recebeu. O demônio pode nos atacar usando coisas boas, até mesmo através do objeto religioso.

Quando vamos a santuários há pessoas que vendem rosários e outras coisas. Eu nunca diria isso se não visse o caso: mesmo que você compre medalhas e rosários nesses locais peça ao padre que os abençoe, porque também são fonte de contaminação.

Termino com a afirmação de São João de que o mundo está sob o poder do demônio. Mas Jesus disse: “Nada temas, porque eu venci o mundo”.

Divulgue esta mensagem!

Transcrição e adaptação: Elcka Torres

Padre Rufus Pereira

Sacerdote da Arquidiocese de Bombaim (Índia). Vice-presidente da Associação Internacional de Exorcistas.
Fonte: CN acesso em 14/11/2011.
  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Serão excluídas mensagens de cunho ofensivo!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...