14 de novembro de 2011

Padre Rufus esclarece os mitos sobre as possessões

Existem muitas verdades e mentiras sobre as possessões demoníacas. São muitas as histórias, filmes e explorações midiáticas sobre o assunto. O noticias.cancaonova.com perguntou ao presidente da Associação Internacional para o Ministério de Libertação e vice-presidente da Associação Internacional de Exorcistas, padre Rufus Pereira: O que é verdade e o que é mentira quando falamos sobre possessões demoníacas? Quais são os maiores mitos? “É uma grande pergunta e fundamental, pois como em tudo pode haver dois extremos: um extremo é dizer que o demônio não existe. Isso é muito contrário ao que diz na Bíblia. No outro extremo estão as pessoas que veem o demônio em toda parte, que culpam o demônio por tudo, mesmo por aquilo que é culpa delas próprias", responde padre Rufus, que participa nestes dias do Acampamento de Cura e Libertação na sede da Canção Nova, em Cachoeira Paulista (SP). O sacerdote indiano salientou durante a entrevista coletiva na manhã deste domingo, 13, que graças aos encontros de cura e libertação que acontecem na Canção Nova, onde ele esteve pela primeira vez em 1999, muitas coisas aconteceram, mas muitas outras coisas poderiam acontecer. "Da mesma forma devemos evidenciar os dois extremos: pessoas dizendo que não tem nada a ver com o demônio, que basta ir a um bom médico, um psiquiatra, e outras no outro extremos dizendo que não é preciso recorrer a medicina, aos psicólogos, basta recorrer a um exorcista", reforça. Possessões demoníacas x doenças físicas e mentais Para padre Rufus, a questão básica desse problema todo é o discernimento, não é simplesmente conhecer o ensinamento teórico da Igreja como um todo, mas entender a vivência na prática. “Meu maior desejo é que pudesse dar esse tipo de encontro para a conferência episcopal de cada país, para que a gente possa evitar os dois extremos: ver o demônio em toda parte e não tomar as atitudes necessárias na busca de um médico, ou não acreditar que o problema da pessoa não é causado por germes ou infecções, por algo físico, mas algo espiritual”, destaca. Outro ponto importante, segundo ele, é conhecer o ensinamento da Igreja que claramente revela do primeiro ao último livro da Bíblia a verdadeira existência do demônio e não somente isso, mas que ele continua trabalhando. “Nossos primeiros pais, Adão e Eva, Jesus mesmo foi tentado por satanás. E eu tenho visto isso acontecendo todos os dias, nos últimos 40 anos, casos de pessoas que sofrem pela influência de satanás”, diz o vice-presidente da Associação Internacional de Exorcistas. Os médicos e a compreensão do exorcismo Padre Rufus conta que em setembro deste ano foi convidado pela terceira vez para dar um retiro sobre o Ministério de Cura Interior e Libertação para os membros da Associação dos Terapeutas católicos na Itália. “Foi a terceira vez que fui convidado para falar aos mais renomados psiquiatras da Itália, então você pode compreender que eles acreditaram no que eu disse nas vezes anteriores e eles já me convidaram para o próximo ano. Lá encontrei casos incríveis”, afirma. Um desses casos encontrado na Itália por Padre Rufus foi o de uma mulher, entre 50 e 55 anos, que vivia junto com seu marido e seu filho. Ele conta que a medida que ia conversando com a mulher, o inimigo se manifestou. “O marido teve que segurá-la firmemente porque ela queria pular sobre mim e me enforcar. Então comecei a rezar silenciosamente olhando para ela e aos poucos suas mãos foram relaxando”, explica. E na medida em que o sacerdote conversava com a mulher e seu esposo, pôde ver que ela estava sendo afetada desde o momento de sua concepção. “Eu não fiz uma oração especialmente, somente fiz como Jesus fazia, olhei para ela com grande amor e grande fé, e sua mãos foram relaxando até o ponto que o marido não precisava mais segurar, então ela me deu um beijo no rosto e foi liberta”, afirma. O sacerdote indiano salienta que sempre quando alguém se apresenta a ele, ele pergunta se a pessoa já esteve num médico, pois não se pode deixar de lado a medicina. Em todos os casos, nas doenças físicas, psicológicas e psiquiátricas, bem como nas influências e possessões demoníacas, a cura está nas mãos de Deus. 
“O que o homem não pode fazer, Deus faz, porque Ele é um Deus de amor, nosso Pai”, conclui Padre Rufus. 

Fonte: CN acesso em 14/11/2011.

Um comentário:

  1. Excellent pοst. I waѕ chеcking contіnuously this blog and ӏ'm impressed! Extremely useful information specially the last part :) I care for such info a lot. I was seeking this certain information for a very long time. Thank you and best of luck.

    Stop by my weblog :: http://survival-foods.com/
    Also see my site :: survival-foods.com

    ResponderExcluir

Serão excluídas mensagens de cunho ofensivo!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...