16 de novembro de 2010

A atividade extraordinária do diabo

"Infestação local - Trata-se da atividade que o diabo exerce sobre a natureza animada ou inanimada (o reino vegetativo e sensitivo), através do qual ele chega até o homem, seu alvo principal.
Não é tão raro que os ataques do diabo sejam direcionadas a animais e plantações, onde acontecem fenômenos estranhos e inexplicáveis (como doenças inesperadas de animais, superfícies que ficam queimadas sem qualquer causa evidente...).
Sem dúvida, nem tudo o que acontece ao nosso redor pode ser atribuído ao diabo, entretanto, não devemos excluir "a priori" a possibilidade da interferência dele.
há os que vivenciam fenômenos estranhos também em suas casas ( tais como barulhos, cheiros desagradáveis, milhares de mosquitos em alguma parte da casa...) ou em lojas (tais como em carros, nós que se formam dentro de travesseiros, de bonecas...)
Devemos notar que, desde os tempos antigos, já no primeiro século do cristianismo, a Igreja tinha por ábito exorcizar também casas e objetos, conforme Orígenes confirma.
Vexame - Entendemos por vexame aqueles ataques externos do diabo em determinadas pessoas, inclusive em santos.
O diabo tenta aborrecer, perturbar, levar ao desespero e assustar a pessoa.
Todos nós sabemos a respeito dos ataques do diabo contra Santo Antonio, o Abade, Cura d'Ars, São Paulo da Cruz, o santo Pio de Pietralcina e muitos outros.
São somente externos, mas certamente nada agradáveis à pobre vitima contra a qual são direcionados.
Com frequencia, o próprio exorcista experimenta tais ataques externos do diabo, de maneira ou outra, e quando ele menos espera.
Possessão - Aqui temos o pior ataque do diabo, quando ele entra no corpo da vítima, fazendo ali sua morada temporária.
Certamente a pessoa possuída não fica continuamente sob os efeitos do ataque, e também o diabo não fica continuamente no interior deste corpo. mas aquele corpo torna-se sua morada, até que ele seja expulso por Deus por meio do exorcista.
Algo desta natureza implica em manisfestaçõs temporais onde a mente, a vontade, a memória, a imaginação e a afetividade da pessoa ficam bloqueadas.
Gostaria de ressaltar que esta terminologia não é universal entre os teóloos e exorcistas. Cada um, usa a sua própria terminologia.
Eu escolho estas - tentação e opressão como atividades ordinárias, enquanto que infestação, vexames e possessão como atividades extraordinárias - porque eu penso que sejam as mais simples e mais detalhadas".
Fonte: VELLA, Frei Elias. O Anticristo. Quem é e Como Age. Palavra & prece. São paulo, 2006. P.169 - 170.

Um comentário:

  1. Fascinante o tema abordado, atividade do diabo.
    É um alerta e um esclarecimento para nós.
    Não conseguimos mensurar as armadilhas, impasses e intervenções do Diabo.
    Temos q nos agarrar as orações e a comunhão plena com Deus.
    Só Deus é capaz de enfrenta-lo.

    Abraços!!!

    ResponderExcluir

Serão excluídas mensagens de cunho ofensivo!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...